Normas para inspeção em aeroportos e lista de objetos proibidos nos aviões é atualizada pela ANAC

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) atualizou todos os procedimentos de inspeção de todos os aeroportos brasileiros para garantir a sua segurança. Essa resolução foi divulgada na última segunda-feira (28), no Diário Oficial, com o objetivo de prevenir nas dependências dos aeroportos o uso ou porte de explosivos, armas, agentes químicos e biológicos. Por isso, poderão ser feitas inspeções nas bagagens de mão e nos próprios passageiros, quando for necessário.

Todas as inspeções deverão ser conduzidas por um agente autorizado com supervisão direta da Polícia Federal ou do órgão de segurança do próprio aeroporto. Caso haja duvida depois desta inspeção, a ANAC solicita que o passageiro retire alguma roupa ou casaco que possam esconder algum objeto perigoso.

Se, ainda assim, não for possível identificar o objeto suspeito, o embarque e o acesso as áreas de segurança do aeroporto serão proibidos.

Lista de objetos proibidos na cabine dos aviões:

  • quaisquer tipos de arma de fogo, facas ou objetos cortantes;
  • dispositivos para abater animais e de choque elétrico;
  • aerossóis;
  • pés de cabra, furadeiras, maçaricos e serras elétricas;
  • tacos de vôlei, golfe e beisebol
  • substâncias explosivas, que possam provocar um incêndio ou que ameacem a segurança do avião;
  • substancias toxicas, que possam afetar a saúde das pessoas que estejam a bordo;

Itens tolerados:

  • canetas, lápis e lapiseiras;
  • isqueiros (um por pessoa);
  • bengalas;
  • raquetes de tênis;
  • guarda chuvas e sombrinhas
  • notebooks, iPad’s e celulares (uso controlado), para não causar interferência  nos equipamentos de vôo.




Curta no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *